(41) 3149-8444 | 9 8754-6006

Cacau do sul da Bahia conquista registro que facilita reconhecimento do produto

Publicado em: 28/02/2018

Cacau Bahia Indicação Geográfica

 

Registro de Indicação Geográfica

 

O sul da Bahia segue em festa, devido ao que foi publicado recentemente pelo Instituto Nacional da

Propriedade Industrial (INPI), a Indicação Geográfica (IG) da região no que se refere à produção da

amêndoa de cacau. Com a conquista da IG, por solicitação da Associação Cacau Sul Bahia, a área

passa a contar com o Selo de Origem, o que permite aos produtores valorizarem o trabalho

desenvolvido, bem como a produção de cacau e chocolate.

 

O Selo é concedido a lugares que são conhecidos como tradicionais produtores de um determinado

produto ou serviço ou cujas características do produto, quando originário do local, são únicas. No caso

do sul da Bahia, conta toda a tradição e história em torno da produção de cacau, como, por exemplo,

o modo de produção cabruca, que minimiza o impacto no meio ambiente, ajudando a manter parte

da flora e sem eliminar a fauna local.

 

Para o secretário executivo da Associação Cacau Sul da Bahia, Cristiano Santana, a Indicação Geográfica

é um reconhecimento de que a região tem um produto diferenciado, uma história. “É uma narrativa que

fala de desenvolvimento regional e econômico através da agregação de valor ao produto amêndoa de

cacau da qualidade e da origem. Essa publicação marca o fim de uma etapa e o início de outra que é

trabalhar, dentre outras coisas, a qualidade, o marketing e a comunicação em cima da região e seu

produto”, ponderou.

 

Cacau do sul da Bahia conquista registro que facilita reconhecimento do produto

 

A Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia

e Inovação do Estado (Secti), através do Instituto Federal Baiano, no Edital de Apoio a Tecnologias

Sociais e Ambientais, fez parte de todo o processo para a conquista do Selo, o que envolveu, inclusive,

nos últimos anos, aplicação de recursos, por parte da Fundação, no valor de R$ 151 mil.

 

O secretário da Secti, Vivaldo Mendonça, destacou a importância do Selo para a Bahia.

“É o reconhecimento que o Sul da Bahia possui características diferenciadas e que nos colocam

num patamar elevado para comercialização de nossos produtos”.

 

A medida pode facilitar o reconhecimento nacional e internacional do produto. A senadora

Lídice da Mata (PSB-BA), destaca que a planta pode trazer benefícios para os baianos em outra

área: o turismo. Também está em discussão no Senado um projeto que aumenta o teor de cacau

no chocolate nacional (PLS 93/2015).

 

 

 

Fonte: Mercado do Cacau / Portal Intelectual

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

admin

Agradecemos por nos acompanhar!


Paula Soares

Ótimo conteúdo


Sonia Silva

Simplesmente AMEI o conteudo desse site! Estão de parabéns, já até deixei na aba de favoritos aqui D


porcelanato

Quanta informação nesse site. Parabéns pelo conteúdo. Sucesso


porcelanato liquido

muito chique


CURSO DE PORCELANATO LIQUIDO

Muito bom seu site. Conteudo de valor. Me ajudou bastante.


como aplicar porcelanato liquido

Achei interessante esse artigo Parabéns!!!


Julio

Gostei.


felipe

oi gente gostei muito desse site, parabéns pelo trabalho. ;)


curso porcelanato liquido 3d

Eu adorei esse site. Muito conteudo de qualidade. Parabens


Ronaldo

Bacana.


A Capelatto Marcas e Patentes

Agradecemos pela interação. Estamos a disposição.


Empresa de Sucesso

Ola excelente informacoes, tenho uma holding de empresas e preciso registrar a marca, irei entrar em contato.


Patricia Alves

Gostei muito do artigo!


janete

muito bom o seu arigo


Edgar

Interessante.