(41) 3149-8444 | 9 8754-6006

Teste ajuda a detectar problemas cardíacos futuros

Publicado em: 17/04/2015

Teste ajuda a detectar problemas cardíacos futuros

 

O teste ergométrico ou de esforço, praticado comumente no país, é útil para uma série de indicações, mas tem

menos especificidade quando se trata de situações de estresse psicológico, mental ou de conflito Alana Gandra,

da AGÊNCIA BRASIL

 

Rio de Janeiro – Embora exista há algum tempo em países desenvolvidos, o teste que mede a resposta do coração

a uma situação simulada de estresse ainda não está disponível para a população brasileira como um todo. Apenas

alguns hospitais, como o Pró-Cardíaco, no Rio de Janeiro, dispõem do equipamento para avaliação clínica, de acordo

com o cardiologista Antônio Claudio Nóbrega, para quem o estresse aumenta o risco de problemas cardiovasculares.

 

A abordagem é feita, como instrumento de pesquisa, em laboratórios da Universidade Federal Fluminense (UFF),

da qual Nóbrega é professor – e do Instituto do Coração (Incor), em São Paulo. “É uma forma de estimarmos como

o coração de uma pessoa reage em situações de estresse no dia a dia”, disse Nóbrega à Agência Brasil.

 

Segundo ele, existe ampla literatura médica correlacionando eventos cardíacos, como infarto agudo do miocárdio,

arritmias cardíacas ou acidente vascular encefálico, durante situações de estresse mental. Também existe relação

entre a resposta exagerada do coração a uma situação de estresse, como indicador de risco futuro para desenvolver

problemas cardíacos, como, por exemplo, hipertensão arterial.

 

O teste, disse Nóbrega, permite que o cardiologista possa tomar medidas preventivas mais intensas para a pessoa

que apresenta risco aumentado de desenvolver hipertensão no futuro. Ele defende a necessidade de o teste ser

divulgado e incorporado aos serviços de saúde brasileiros, incluindo o Sistema Único de Saúde (SUS), para que

possa atingir todas as camadas da população.

 

Teste ajuda a detectar problemas cardíacos futuros

 

De acordo com o professor da UFF, o teste ergométrico ou de esforço, praticado comumente no país, é útil para uma

série de indicações, “mas ele tem menos especificidade quando a queixa do paciente é para um problema que ocorre

durante situações de estresse psicológico, mental ou de conflito. Para uma pessoa que tem algum tipo de problema

enquanto caminha, sobe uma escada, faz um esforço físico, o teste ergométrico é ideal para essa avaliação. Mas quando

a pessoa tem sintomas durante uma situação de conflito psicológico no trabalho ou em família, existe esse teste específico

de reatividade ao estresse mental. O teste de esforço tem menos poder de detecção do problema”, indicou.

 

Pesquisa publicada no ano passado, no Journal of the American Heart Association, mostra que entre indivíduos que

têm depressão, os que reagem ao estresse mental de maneira exagerada têm maior risco de desenvolver infarto agudo

do miocárdio. “São pessoas que merecem atenção diferenciada”. As doenças cardiovasculares são consideradas, hoje,

a principal causa de morte natural no Brasil, com destaque para acidente vascular encefálico e infarto agudo do miocárdio.

 

 

Fonte: Exame

Comentários

admin

Agradecemos por nos acompanhar!


Paula Soares

Ótimo conteúdo


Sonia Silva

Simplesmente AMEI o conteudo desse site! Estão de parabéns, já até deixei na aba de favoritos aqui D


porcelanato

Quanta informação nesse site. Parabéns pelo conteúdo. Sucesso


porcelanato liquido

muito chique


CURSO DE PORCELANATO LIQUIDO

Muito bom seu site. Conteudo de valor. Me ajudou bastante.


como aplicar porcelanato liquido

Achei interessante esse artigo Parabéns!!!


Julio

Gostei.


felipe

oi gente gostei muito desse site, parabéns pelo trabalho. ;)


curso porcelanato liquido 3d

Eu adorei esse site. Muito conteudo de qualidade. Parabens


Ronaldo

Bacana.


A Capelatto Marcas e Patentes

Agradecemos pela interação. Estamos a disposição.


Empresa de Sucesso

Ola excelente informacoes, tenho uma holding de empresas e preciso registrar a marca, irei entrar em contato.


Patricia Alves

Gostei muito do artigo!


janete

muito bom o seu arigo


Edgar

Interessante.